terça-feira, 31 de dezembro de 2013

www.blogescrevo.blogspot.com.br:       SIGA MEU BLOGPorque atormentas e me deixas ...

www.blogescrevo.blogspot.com.br:
      SIGA MEU BLOGPorque atormentas e me deixas ...
:             SIGA MEU BLOG Porque atormentas e me deixas louco? Vento impetuoso são minhas noites Sinto no coração ...

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

ATO DE CONFISSÃO



                          

       


 

Canto de vitória ao Deus filho

Nas igrejas adoram Jesus

Em toda terra ilumina um brilho


O amor de um Santo entregue na cruz.


Crianças dão glória ao Senhor


Tocam harpa e outros instrumentos

Dizem: “te amo Deus... com muito amor”.

Seus corações têm fortes sentimentos


Os irmãos se abraçam com alegria

Jovens fazem ato de confissão,

As noites celebradas com vigílias

Os fracos se erguem com oração.


                   

domingo, 29 de dezembro de 2013

ESCRITOR HEROI


NEVES MARIA



       Tu és o livro de tua história


No enredo um protagonista

O escritor que vive e morre com vitória.

Numa luta de espada segue a risca.


 Um herói se fere, mas não desiste.

 Uma atitude de brio e amor

 Faz justiça, e no mal não persiste.

                  No entanto, não reclama da dor.


                    Levanta do chão úmido, oh herói!

                    Falta pouco para tua coroa...

                    Não recuas os vermes te corroem!

                    Os teus dias joviais p’ro vento voam.

                            

                             Tuas marcas estão nesta terra

                   Com suor e sangue se misturam.

                    Nunca protelaste numa guerra

                    Nem tampouco foste de aventura. 




                       


                       

                          

A FESTA DOS ANIMAIS


    


 

O urso fez a festa do seu desejo


Convidou: queixada e o porco espinho

Na hora dos abraços e beijos,

O gambá chegou e saíram de mansinho.

 

A onça pintada, fama de brava.


Uma fome tremenda foi à cozinha

Com longa cauda ela requebrava,

Tinham vários gatos atrás da oncinha.

 

O galo elegante tudo na linha.

Parecia um galã uma linda crista

Rosto coladinho com a galinha,

Ela se escondia não queria ser vista.

 

Todos dançavam a noite foi pouca

Muita alegria alguma coisa rolou...

Fim de festa o pavão ficou rouco,

Tinha tanto papo, porém sobrou.             

 

 

 

 

DESOBEDECEU AO PAI

QUERUBIM OU SERAFIM